Ildo afirma que a relação com os moradores da região definiu o ponto de abertura de seu empreendimento Ildo afirma que a relação com os moradores da região definiu o ponto de abertura de seu empreendimento Foto: /LUIZA PRADO/JC

Ex-garçom da Lancheria do Parque abre negócio

A Lanchera do Ildo, que pretende preservar a cultura do Bom Fim, abre em junho

Tem empreendimento novo chegando no bairro Bom Fim, em Porto Alegre. A cara por trás do negócio, no entanto, é de um velho conhecido do bairro. Ildo Berté, garçom por 21 anos na Lancheria do Parque, vai abrir a Lanchera do Ildo. Ainda em obras, o ponto localizado na rua João Telles, nº 378, abre as portas em junho.

Em 2015, Ildo anunciou sua aposentadoria e a notícia gerou comoção entre os frequentadores. Na época, clientes e amigos organizaram uma despedida para o garçom que reuniu um grande público na Osvaldo Aranha. Mas o adeus durou pouco. Um ano depois, ele voltou à ativa para substituir um colega que estava doente. Em agosto de 2018, oficialmente, Ildo deixou a Lancheria do Parque.

O período de descanso no seu sítio, em Viamão, foi breve. "Precisava fazer alguma coisa para a comunidade do Bom Fim, que me deu tanto, sem pensar muito em lucro. Claro que quero ganhar uns troquinhos, mas a ideia é ter um espaço onde o pessoal do bairro possa vir dar umas risadas, tomar um suco", conta Ildo. A escolha de abrir a lancheria no Bom Fim é estratégica. "Quando você vai abrir um negócio, tem que pensar na localização, no aluguel, nas pessoas que quer atingir. Eu não posso abrir um negócio na Zona Norte. Ninguém sabe da minha história lá."

Para o cardápio, a aposta de Ildo é o que ele define como culinária artesanal, o que abrange a tradicional a la minuta, xis, sucos naturais (servidos em jarras) e chope. O local escolhido pelo novo empreendedor não é muito grande, mas foi justamente por isso que ele decidiu colocar ali o seu negócio. "Me inspirei nos bares do Rio de Janeiro. São pequenos espaços, mas com um ambiente legal. Não me interessa colocar 500 pessoas ali dentro. Quero que as pessoas que estejam ali sejam bem atendidas e se sintam confortáveis", explica. Com muitas anos de experiência em restaurante, empreender tem sido um desafio para Ildo.

"É outra visão. Tem que se preocupar com cada detalhe para que as pessoas possam se sentir bem no teu estabelecimento."

O nome do negócio é familiar para quem circula no Bom Fim. Lanchera é o apelido dado pelos frequentadores para a Lancheria do Parque. E a decisão de incorporar o apelido no nome do seu negócio, foi, segundo Ildo, uma maneira de preservar a identidade do bairro.

"Todo mundo coloca hoje 'boteco do tal cara', mas a gente tem uma linguagem aqui no Bom Fim e temos que trabalhar ela. Não pode deixar morrer essa cultura, faz parte do bairro isso."

A Lanchera do Ildo vai funcionar de terça-feira a domingo, das 10h às 22h. Mesmo sem data definida para a inauguração, Ildo conta que o público da região "está enlouquecido" com o novo empreendimento. A relação de muitos anos com o bairro é o que faz o empreendedor acreditar no sucesso do negócio.

"Criei um vínculo com o bairro. Tem gente que eu conheci molequinho e hoje são adultos, formados em faculdade. Conheço quase todas as pessoas. Não é uma relação de cliente e garçom, é de amizade. Consegui, através do diálogo, da preocupação com o cliente. O Bom Fim para mim é o melhor bairro de Porto Alegre."

Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio