Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de março de 2019.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 14/03 às 08h04min

Bolsas asiáticas fecham mistas após sinais de desaceleração na indústria chinesa

Estadão Conteúdo
As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta quinta-feira (14), com as da China reagindo negativamente a dados fracos de produção industrial que reforçam sinais de desaceleração da segunda maior economia do mundo. Investidores da região asiática também continuam atentos aos desdobramentos do Brexit, como é conhecido o processo para a retirada do Reino Unido da União Europeia.
Entre os mercados chineses, o índice Xangai Composto caiu 1,20%, a 2.990,69 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto teve queda mais expressiva, de 2,31%, a 1.618,26 pontos.
Números oficiais publicados no fim da noite dessa quarta-feira (13) mostraram que a produção industrial da China teve expansão anual de 5,3% no primeiro bimestre, menor do que a alta de 5,5% prevista por analistas.
Por outro lado, as vendas no varejo chinês tiveram ganho anual de 8,2% no primeiro bimestre, como se previa, e os investimentos em ativos fixos avançaram 6,1% na mesma comparação, superando a expectativa de alta de 6%.
Em Hong Kong, o Hang Seng teve leve alta de 0,15% nesta quinta, a 28.851,39 pontos, após um pregão marcado por volatilidade.
Já em Tóquio, o Nikkei registrou baixa marginal de 0,02%, a 21.287,02 pontos, apesar de o iene ter se enfraquecido frente ao dólar durante a madrugada.
Na capital sul-coreana, Seul, o Kospi subiu 0,34%, a 2.155,68 pontos, mas em Taiwan o dia foi negativo, com baixa de 0,24% do Taiex, a 10.348,65 pontos, encerrando uma sequência de três sessões negativas.
A questão do Brexit também continua no radar. Nessa quarta-feira, o Parlamento britânico rejeitou uma proposta para que o Reino Unido deixasse a UE sem um acordo. Mais tarde, os legisladores vão decidir sobre a possibilidade de adiar a data final para a implementação do Brexit, marcada para o próximo dia 29.
Na Oceania, a bolsa australiana voltou ao azul, depois de acumular perdas por quatro pregões consecutivos, graças ao bom desempenho de ações de petrolíferas e de mineradoras. O S&P/ASX 200 avançou 0,3% em Sydney, a 6.179,60 pontos. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia