Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de março de 2019.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Notícia da edição impressa de 14/03/2019.
Alterada em 13/03 às 22h01min
COMENTAR | CORRIGIR

Mais leitura e menos palpite vazio, diz educadora

Mônica Timm de Carvalho é mestre em educação e CEO da Elefante Letrado

Mônica Timm de Carvalho é mestre em educação e CEO da Elefante Letrado


ANDRÉA GRAIZ/DIVULGAÇÃO/JC
A educação é mesmo a base de tudo. Não dá para negar que a superficialidade que temos visto ultimamente nas redes sociais é resultado da falta de leitura e de um claro despreparo para as repercussões das interações no mundo digital. Falta profundidade das pessoas ao se manifestarem sobre os mais variados na internet, alerta a mestra em Gestão Educacional e CEO da plataforma de leitura Elefante Letrado, Mônica Timm de Carvalho.
“As pessoas estão viciadas nas redes sociais, às vezes anônimas e em outras nem um pouco preocupadas com isso, publicando atrocidades. Tem muita gente falando coisas sem consistência, sem estarem ancoradas em algum argumento sólido”, comenta.
> VÍDEOS JC: Confira outras pensamentos da educadora
Em tempo, o Elefante Letrado é uma plataforma digital de leitura para estudantes do Ensino Fundamental. A ideia é criar o hábito de leitura nas crianças para impactar positivamente o seu amplo desenvolvimento. Mais de 150 escolas no Brasil e no exterior já estão sendo impactadas pelo plataforma.
Na semana passada, o Mercado Digital abordou esse tema sob a perspectiva de discussões que têm ocorrido nas redes sociais envolvendo celebridades
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Nivaldo Martins da Silva 14/03/2019 21h07min
Certo. Penso que a análise foi feita a pedido do JC. Sabemos todos que as redes sociais são duramente criticadas pelos órgãos e comunicação. Claro que tem exageros homéricos na rede. Coisas do arco. Agora, experimentem ouvir os comentários sobre a dupla grenal para ter noção como anda a massa pensante do nosso e de outros Estados. O certo é que ainda não existe um livreto explicando como usar o face e seus irmãos siameses: instagran, twitter e outros. penso que vivemos um longo aprendizado...

Patrícia Knebel

Ecossistemas de inovação, tendências globais para os negócios, marketing digital, as tecnologias que são os pilares da transformação digital (como mobilidade, Internet das Coisas e Big Data) e todas as novidades que impactam o comportamento dos consumidores e o futuro das empresas e das cidades estão na coluna Mercado Digital. Estou feliz por você estar aqui.