Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 16 de maio de 2018.

Jornal do Comércio

Cultura

CORRIGIR

Patrimônio

Notícia da edição impressa de 16/05/2018. Alterada em 16/05 às 14h16min

Locais históricos e doces de Pelotas viram patrimônio cultural do País

Tradicionais docinhos de Pelotas também estão entre patrimônios culturais do País

Tradicionais docinhos de Pelotas também estão entre patrimônios culturais do País


Gustavo Mansur/Divulgação/JC
O Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural aprovou, por unanimidade, o tombamento do Conjunto Histórico de Pelotas. A decisão foi tomada em reunião, realizada na manhã desta terça-feira (15), na sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em Brasília.
A partir de agora, as praças José Bonifácio, Coronel Pedro Osório (ao lado, a fonte das Nereidas), Piratinino de Almeida e Cipriano Barcelos; o parque Dom Antônio Zattera; conjuntamente com a Charqueada São João e a Chácara da Baronesa são reconhecidos como Patrimônio Cultural Brasileiro.
Esses locais, segundo o Iphan, têm grande valor histórico e artístico, por isso a necessidade de tombamento e preservação.

{'nm_midia_inter_thumb1':'http://midias.jornaldocomercio.com.br/_midias/jpg/2018/05/15/206x137/1_pan_pelotas___charqueada_sao_joao_foto_yara_diniz-1815369.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5afb16986f00a', 'cd_midia':1815369, 'ds_midia_link': 'http://midias.jornaldocomercio.com.br/_midias/jpg/2018/05/15/pan_pelotas___charqueada_sao_joao_foto_yara_diniz-1815369.jpg', 'ds_midia': 'Pelotas - foto 2 - charqueada são joão', 'ds_midia_credi': 'YARA DINIZ/DIVULGAÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Pelotas - foto 2 - charqueada são joão', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '363', 'align': 'Left'}Charqueada São João é um dos locais que obteve o reconhecimento Foto: Yara Diniz/Divulgação/JC

Além deles, os tradicionais doces de Pelotas, também foram transformados em patrimônio histórico brasileiro. O reconhecimento das Tradições Doceiras da Região de Pelotas e Antiga Pelotas (inlucindo Arroio do Padre, Capão do Leão, Morro Redondo e Turuçu) foi igualmente aprovado por unanimidade na reunião do conselho.
Antes disso, a trajetória dos doces como um bem cultural já havia sido levantada em uma parceria entre o Iphan, Programa Monumenta e a Universidade Federal de Pelotas-UFPel, reconhecendo mesmo a dinâmica sociocultural em que as tradições doceiras se construíram, se transmitiram e se ressignificaram.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia